Rodrigo Rocha | Corretor de Imóveis ®: Perguntas e Respostas

Perguntas e Respostas

  • RG e CPF Colorido se for casado do conjugue "RG e CPF da esposa nome de casado".
  • Certidão de Nascimento ou Casamento.
  • Comprovante de Endereço Atualizado no Nome do Comprador "Qualquer conta de consumo".
  • Holerites - "Renda variável os 06 últimos".
  • Carteira Profissional Inteira "Página da foto cópia colorida e o restante xerox Ex: página 10 e 11 com descrição página 12 em branco, página 13 e 14 com descrição página 15 em branco e assim sucessivamente carteira inteira".
  • Declaração do Imposto de Renda "Se declarar".
  • Extrato do FGTS Analítico "Se for Utilizar".
  • Extrato Bancário "Para renda informal os 03 últimos meses".
  • Declaração de Rendimentos para autônomo.
  • Restrições no nome.
  • Financiamento EX: de Automóvel.
  • Financiamento recente quitado a menos de 02 meses.

  • A renda familiar que tem direito ao subsidio é de R$1.500,00 á R$3.200,00.


  • O ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) é um imposto municipal que o comprador deve pagar ao adquirir um imóvel. A alíquota varia de município para município, mas não ultrapassa 3%. Nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, a alíquota é de 2% sobre o valor do imóvel. Pode haver descontos, com ou sem limite máximo, para imóveis de menos de 500.000,00 reais, financiados pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH).

  • Quando se financia um imóvel, não é preciso se preocupar com essa parte, uma vez que o contrato emitido pelo banco tem força de escritura pública. Caso a compra se dê à vista, porém, será necessário fazer uma escritura no Tabelião de Notas. O valor e as regras de cobrança das escrituras públicas variam bastante de estado para estado. Em São Paulo, por exemplo, o valor da escritura é sempre proporcional ao valor do imóvel. A escritura de um imóvel de 300.000 reais custa 2.497,31 reais. Já um de 600.000 reais requer uma escritura de 3.074,93 reais. Já no Rio de Janeiro, toda escritura de valor declarado superior a 49.889,02 custa 604,26 reais. Para saber o custo das escrituras no seu estado, basta acessar a página do Instituto de Registro Imobiliário do Brasil, que disponibiliza, em arquivo pdf, as regras de custos cartoriais de todos os estados. No entanto, a escrita burocrática pode suscitar dúvidas, e os prazos e documentos necessários para lavrar uma escritura variam também de estado para estado. Pode ser necessário apresentar uma série de certidões, que normalmente devem ser providenciadas pelo vendedor. Por isso, é aconselhável entrar em contato com um tabelionato de notas para saber o valor da escritura, os documentos necessários e a quem compete providenciá-los.

    A dúvida é constante na cabeça de quem está planejando sair do aluguel. O que é mais vantajoso: comprar na planta ou somente depois de pronto? Listamos aqui algumas vantagens de comprar um imóvel na planta. Veja e tire suas conclusões.
  • Condição de pagamento – As condições de pagamento das construtoras geralmente são muito sedutoras. Na maioria das vezes o comprador paga 30% do valor do imóvel até as chaves e o resto pode financiar com algum banco, que estão com as menores taxas da história, ou quitar o valor.
  • Prazo para planejar a mudança – Muitos noivos se interessam por comprar imóveis na planta e um dos principais motivos é o tempo de entrega do imóvel. Este tempo proporciona certa tranqüilidade para os noivos planejarem o casamento e toda a mudança.
  • Documentação descomplicada – Assim como um carro zero, um apartamento na planta tem menores chances de ter problemas com documentação, por conta de nunca ter sido habitado.
  • Instalações modernas – Instalações novas evitam custos com manutenção, além de suprirem através de uma infra-estrutura moderna as necessidades atuais dos consumidores, um exemplo é apartamentos com no mínimo uma vaga, e vaga opcional para compra.
  • Agilidade na decoração e mobília – Com a planta na mão o planejamento da decoração e da mobília é mais tranqüilo que o normal. Outra vantagem é o tempo que o comprador tem para escolher e cotar materiais de construção e móveis, o que aumenta a possibilidade de fazer uma melhor negociação.
  • Facilidade de reforma – A personalização do apartamento é feita com mais facilidade, como por exemplo, no caso de trocar paredes de lugar, derrubar, ampliar, reduzir algum cômodo.
  • Alta liquidez – Se o imóvel escolhido for bem localizado e tiver uma boa planta, terá uma alta liquidez. Investidores sempre compram imóveis na planta, portanto, diante de qualquer imprevisto financeiro, vender o imóvel pode ser uma saída.
  • Lucro ao receber as chaves – Não é uma regra, porém, na maioria das vezes, é o que acontece. Segundo o CRECI, um imóvel na planta pode valer 50% a mais que um imóvel usado.
  • Realização Pessoal – Talvez uma das mais relevantes, a compra de um imóvel na planta é uma realização pessoal. Além de toda aquela ansiedade para receber as chaves, a realização de morar em um apartamento novo não tem preço.

    Para fazermos uma simulação bancária e uma analise da aprovação de seu financiamento, capacidade e interesses precisamos dos seguintes dados veja exemplo na figura acima e a descrição abaixo:
  • Dada de Nascimento: 00/00/0000 (se for casado do conjugue de maior idade)
  • CPF: xxx.xxx.xxx-xx
  • Renda do Esposo
  • sem descontos R$2.200,00 (renda bruta) e com descontos R$1.800,00 (renda liquida)
  • Renda da Esposa
  • sem descontos R$2.200,00 (renda bruta) e com descontos R$1.800,00 (renda liquida)
  • Possui mais de seis meses de carteira assinada: (Sim ou Não)
  • Saldo do FGTS R$15.000,00 (pode usar na entrada)
  • Entrada R$10.000,00 (recursos próprios)
  • Clique Aqui Preencha nosso formulário e solicite uma simulação


    Não